NEY SALGADO

Ney Salgado é natural de São Paulo, onde estudou com o mestre russo Joseph Kliass, discípulo de Krause, em Berlim. Ainda em São Paulo, dedicou-se à composição. Seu mestre foi H. J. Koellreutter. Mais tarde graduou-se no “Conservatoire de Genéve”, obtendo o “Prix de virtuosité” na classe de Louis Hiltbrand. Um dos mais expressivos músicos de sua geração em seu país, Ney Salgado desenvolveu extensa atividade como pianista nos Estados Unidos, Canadá, Europa, América Latina e Ásia. Foi solista de importantes orquestras, despertando entusiásticos comentários da crítica internacional. Participou de importantes festivais internacionais e gravou para rádios européias como DeutscheWelle e Sudwest Rundfunk. Duas das mais importantes obras da literatura pianística brasileira foram a ele dedicadas: a sonata nº 5 de Cláudio Santoro e Cartas Celestes vol. VI de Almeida Prado, além de várias outras obras de música de câmara. Gravou vários discos e CDs. Mais recentemente, as três últimas sonatas de Beethoven e um CD inteiramente dedicado à obra de Frédérik Chopin, ambos gravados na Alemanha e editados pela Eldorado de São Paulo. Com a violinista Valeska Hadelich gravou um CD inteiramente dedicado a Santoro, com duas sonatas para violino e duas para piano. Também os CDs “Brazilian Composers” e o último com a 5º sonata para violino e piano de Santoro. Sonâncias de E. Krieger e a sonata em sol maior de Brahms estão editadas, respectivamente, pela Eldorado e pela Editora da UNB.